A importância de um DNA para as marcas de Moda

Olá! A coluna Fala, Professor de hoje será com a professora Danielle Sousa, ela comenta sobre a importância de uma estratégia para as marcas de Moda.

 

Qual será o requisito fundamental para que uma marca de moda tenha sucesso? A resposta você já deve ter ouvido ou lido inúmeras vezes: DNA da marca. Pode acreditar, não se trata de um daqueles termos que vira hype e todo mundo gosta de usar para deixar o texto mais leve. Na verdade, o DNA da marca é essencial para que a marca tenha sucesso entre o seu público-alvo.

Para quem ainda tem dúvidas sobre o termo, vamos simplificá-lo. Basta imaginar que uma marca precisa ter personalidade, assim como as pessoas. Neste caso, um conjunto de qualidades que definem a sua essência, algo intangível definida pela totalidade dos traços emocionais.

 

Defina o tipo de personalidade da marca

 

Foto: (Reprodução Paul Smith 2019)

Algumas marcas do setor da moda são maestras no que diz respeito a DNA, personalidade. Basta tirar um tempo para observar as características de uma marca de luxo e ficará fácil reconhecer uma peça de roupa ou acessório sem precisar olhar a etiqueta. Para quem está pensando em lançar um novo produto de moda no mercado, considere essa experiência como um excelente exercício.

Vejamos um exemplo, com duas marcas de moda que parecem seguir o mesmo caminho, mas que na verdade possuem personalidades diferentes. Observe as grifes Paul Smith e Vivienne Westwood. A primeira característica que faz com que elas se pareçam muito é o fato de se enquadrarem em “moda inglesa”. Também são duas marcas com um “toque diferenciado”. Porém, com um olhar mais detalhista, o DNA de cada uma delas deixará claro que as personalidades são distintas. Paul Smith reforça o estilo britânico e abusa dos elementos extravagantes, enquanto Vivienne Westwood é irreverente acima de tudo e com uma pitada anárquica.

 

“Quanto mais se tenta convencer alguém de comprar algo, mais se pode ter o efeito contrário. Reforçando a necessidade de criar um vínculo forte com o seu consumidor e isso se faz através da personalidade da marca.”

 

Foto: (Reprodução Vivienne Westwood 2019)

A personalidade é usada como ferramenta fundamental para construir a relação entre consumidor e marca. É através da característica da marca, que você se sentirá mais próxima, criando um laço de fidelidade. Se reconhecendo nas peças propostas pela(o) estilista da grife.

 

Mídias Sociais: servem para reforçar o DNA da marca

 

As mídias sociais ganharam papel determinante no processo de reforçar a personalidade da marca, o seu DNA. A fundadora da “Fashion’s Collective”, Elizabeth Schafield, afirma que “na mídia social, cria-se uma personalidade viva, que respira, e uma marca precisa ter implantada uma estratégia consistente para poder controlar como as pessoas percebem a sua personalidade.”

 

Foto: Kristian Egelund em Unsplash

Foto Capa: Willspirit Sbln em Unsplash